• Facebook Page: www.facebook.com/professornathanael
  • Twitter: profnathanael
  • YouTube: pressagiusnathanael

Rádio Presságius


Baixe o aplicativo da Rádio Presságiu's

play-store

app-store

TV Presságiu's



clique para ampliar

Enquete

Qual o seu estilo musical preferido?
 
O Elemento Fogo
Qui, 03 de Outubro de 2019 16:21

astrologia-signos-de-fogo-c3a1ries-lec3a3o-sagitc3a1rio-katyauFogo - Yang
O elemento Fogo na astrologia representa ação, motivação e criatividade, sendo o combustível de Áries, Leão e Sagitário. É considerado quente e seco. 

Tem uma abrangência radiante, simboliza expansão, calor, luz, coragem, vontade de lutar, de dominar e conquistar, mas também favorece a elevação espiritual, a lucidez extrema e a purificação da alma. Nos seres humanos representa a mente superconsciente.


O símbolo do elemento Fogo é um triângulo apontando para cima, representando o desejo de subir por conta de suas qualidades quentes e secas.

Pessoas com abundância do elemento fogo tendem a ser mais otimistas, idealistas, dinâmicas, ardentes, apaixonadas, entusiasmadas, diretas, espontâneas, ingênuas, expansivas, com mais inspiração, motivação, coragem de se impôr, de assumir riscos e enfrentar desafios.
Geralmente demonstram energia, determinação, ardor, perseverança e podem gostar mais de mandar do que obedecer.
Toda essa disposição pode trazer mais agitação e impulsividade.
Um fogo fora de controle, por exemplo, pode ser muito perigoso, pois o outro lado da energia tende a possuir uma certa falta de tato, uma ambição desmedida, ser violento, raivoso, autoritário e agressivo - física ou verbalmente.
Podem ser um pouco insensíveis e indiferentes, por vezes egoístas e arrogantes também.
Na raiva tendem a magoar os outros, mas geralmente não guardam rancor.
Antigamente eram chamadas de pessoas com Humor Colérico.

De todos os elementos, o único que provavelmente vai se denunciar em um lugar mais escuro é o fogo.
Daí surgem coisas como a sinceridade, a objetividade e a tendência natural a aparecer. Pensar num signo de fogo que tenha que ficar sempre escondido é um antagonismo tremendo, pois para o fogo, é importante dar o seu recado e imprimir suas ideias.
São afeitos às paixões passageiras, onde podem se interessar por algo e logo em seguida se desinteressarem. Com isso, podemos evocar aquela máxima: "o fogo só queima enquanto houver combustível".

E de fato, o fogo muitas vezes consome rapidamente seu combustível. Sendo assim, é de sua natureza extrair o máximo da vida, abrir as portas da criatividade, se mover para novas ideias, além de empurrar tudo o que toca em direção à aventura, aos riscos e a especulação. Sua função é revelar, mostrar-se, iluminar e dar mais paixão e entusiasmo às coisas.

Os signos regidos pelo FOGO
Os signos de fogo se mostram ao mundo de formas diferentes:

Áries é mais imedistista, quer ser o pioneiro, mais forte ou mais rápido, inspirando competição. É o signo que abre caminho para o desconhecido, que quer vencer a inércia do tempo, o fogo das origens, a afirmação do Ser e a ação na sua potencialidade. Força, coragem, animação, independência, inovação, competição e aventura são palavras de peso dentro do escopo ariano. É um signo de enorme energia e impulsividade: "Eu Inicio", "Eu Sou", "Eu Faço".

Leão é mais ansioso e ousado, quer ser o melhor, inspirando autenticidade. Traz o prazer de experimentar a vida com uma visão otimista do mundo. A mente e o coração se unem para representar a individualidade e expansividade do homem de forma mais independente, traçando uma linha entre o Ser e o Existir, conseguindo pensar em si mesmo, se interrogar e se autoanalisar de forma apaixonada. A energia que irradia do fogo de Leão tende a torná-lo centralizador, mas muitas vezes de forma autoritária, dominadora, ditatorial ou egocêntrica.

Sagitário é mais entusiasmado e exagerado, quer ser o mais sábio, otimista e desbravador, inspirando aventura. É a energia que amplia o potencial do homem, conferindo a ele um sentido extremamente desenvolvido de moralidade e de justiça, fazendo com que ele busque o conhecimento, a verdade e o melhor caminho certo a seguir. O objetivo e a razão da existência são ideais que estimulam um conhecimento maior sobre todas as coisas, uma entrega total de si.

Forçar os signos de fogo a uma condição de extrema quietude é uma tarefa árdua e praticamente impossível. Quando em suas crises, são como a mitológica ave Fênix: dão um jeito de dar a volta por cima, renascendo das cinzas. Tais energias tendem a estar sempre em movimento e precisam estar assim. Movimentar-se e ir além é um dos seus motes. É da natureza do fogo a ação, pois nenhuma chama tem tendência à quietude.

Também é da natureza do fogo a ascensão, subir, elevar-se. É energia Yang, que inspira expansão, o lado positivo das coisas. Sempre irá se direcionar para cima, elevando-se em direção ao alto e ao divino. Por isso, muitos deuses mitológicos dos tempos antigos têm seus arquétipos retratados como: Áries (heróis, soldados e guerreiros), Leão (artistas e reis). Sagitário (sacerdotes, filósofos e conselheiros).

Pense sempre no Fogo como algo mais ardente, idealista e abstrato, uma energia que influencia a criatividade, as novas ideias, que atiça as aventuras, propele a ação e o nosso lado artístico. Aquecer, viver o presente, virar a página da situação, mostrar que a vida é boa e superar-se são temas sempre presentes em sua cartilha elemental.

Fonte: adaptação Astrolink. 

 

Adicionar comentário